Vereador tem que andar de ônibus

quarta-feira, 04 de maio de 2016

Vereador existe para defender os interesses de seus eleitores, de cada cidade.

Assim deveria ser. Mas, não é.

Se vereador fosse mesmo representante do povo, não deveria ter mordomias e vantagens que nenhum trabalhador tem.

Não deveria receber 90 mil reais por mês, ter carro oficial,  20 auxiliares de gabinete, receber ajuda de custo de moradia, combustíveis e  verba para pagar contas de celular.

Vereador no meu entender, deveria ser obrigado a andar de ônibus e metrô, ter os filhos em escola pública, enfrentar filas nos centros de saúde para marcar consulta e caminhar pelas ruas para sentir como anda a violência e a segurança pública.

Assim deveria ser um vereador e os demais políticos desse Brasil do faz de contas.

Resta a gente cobrar.

metrô mordomias ônibus políticos vereador
Guilherme Cardoso
Guilherme Cardoso
Jornalista diplomado, idade acima de 60, pós-graduado em Docência e Gestão do Ensino Superior, mestre em Administração, escritor com sete livros publicados, um Contador de Casos, otimista, sonhador e articulador em Minas Gerais do Movimento pelo Imposto Único, que acredita, um dia se tornará realidade.

Faça seus comentários abaixo: