Parece que o crime compensa

segunda-feira, 09 de maio de 2016
Ministério Público Federal assina acordo de leniência com a Construtora Andrade Gutierrez. Ela, uma das principais acusadas de corrupção na Lava-Jato.
 
Para conseguir se livrar das acusações e da falência, a Andrade Gutierrez concorda em devolver aos cofres públicos 1 bilhão de reais, aceitos como desviados das obras em que participou.
 
A pergunta que fica é a seguinte: será que 1 bilhão restitui tudo que a construtora roubou em vários anos? E quem garante que depois de absolvida, esta empresa não continua participando de esquemas corruptos de licitação?
 
Para fazer justiça, o certo seria esta empresa e outras condenadas na Lava-Jato ficarem impedidas de fazer qualquer negócio com os governos municipais, estaduais e federal.
 
Do jeito que estão fazendo, dá a impressão que realmente no Brasil o crime compensa.
andrade gutierrez corrupção desvios empreiteiras galvão oas roubo utc
Guilherme Cardoso
Guilherme Cardoso
Jornalista diplomado, idade acima de 60, pós-graduado em Docência e Gestão do Ensino Superior, mestre em Administração, escritor com sete livros publicados, um Contador de Casos, otimista, sonhador e articulador em Minas Gerais do Movimento pelo Imposto Único, que acredita, um dia se tornará realidade.

Faça seus comentários abaixo: